Translate

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Sei como sera meu futuro???

...... Imaginem uma lagarta.


Passa grande parte de sua vida no chão, olhando os pássaros indignada com seu destino e com sua forma "Sou a mais despresível das criaturas" (Pensa) "Feia, Repulsiva e condenada a rastejar pela terra.






Um dia entretanto, a natureza pede que faça um casulo. A lagarta se assusta pois jamais fizera um casulo antes, pensa que está construindo seu próprio túmulo e prepara-se para morrer.Embora indignada com a vida que levou até então, reclama novamente com"Deus": Quando finalmente me acostumei, o Senhor me tira o pouco que tenho....Desesperada tranca-se no casulo e aguarda o fim....




Alguns dias depois,vê-se transformada numa linda borboleta, pode passear pelo céu e ser admirada pelos homens, então surpreende-se com o sentido da vida e com os desígnios de Deus.

Muitas vezes somos como essa pequena lagarta, só reclamamos da vida e nunca entendemos porque Deus coloca certas coisas em nossos caminhos. A única coisa que fazemos é murmurar, e deixamos de cumprir pequenas coisas que é requerido de nós, e esquecemos que depois de tudo vem as bênçãos e nos auto condenamos enterrando os talentos que o nosso mestre nos confiou.Precisamos refletir sobre as coisas de nosso dia a dia e fazer melhor hoje do que fizemos ontem, fazer melhor amanhã do que foi feito hoje pois assim poderemos nos transformar em lindas borboletas e enxergar do alto todas as belas criações de Deus, e mais que isso ter em nosso coração a certeza que um dia poderemos nos encontrar com o nosso criador e ser como ele é.



Era uma vez…Uma lagarta envergonhada,Que pelo chão se rastejava,E todo mundo debochava:Que lagarta desengonçada,Feia e maltratada!Ninguém, dela, gostava,As pessoas, ela, assustava.Pobre Dona Lagarta…Muito triste ficou,E sentindo-se desprezada,Em um casulo se fechou.
E assim…Passaram-se os dias,Ninguém, a sua falta, sentia,Até que em belo cenário,Enquanto o sol, a vida, aquecia,E a rosa, o jardim, floria,Em um galho pendurado,O casulo se abria.
E uma linda borboleta,De asas bem coloridas,O casulo deixou,Alegrando nossa vida.
E, todos viram o milagre,Que a natureza preparou,A feia e envergonhada lagarta,Na borboleta se transformou.
Já não era desengonçada,Mas, linda e cheia de graça,E a todos superou.
Pois, não mais se rastejava,Pelo contrário, voava,O céu, enfim, conquistou.
Amo esta Ilustracao, espero que gostem tambem!!
Bjinhos
Flavia

Um comentário:

  1. querida, quer ir na nossa atividade dia 14(interrogação). beijos

    ResponderExcluir